quinta-feira, 8 de julho de 2010

Peças íntimas

.

Splish splash

.

--- .Lembras? Jules et Jim na tela, e nós num beijo perfeito...

--- .Até flagramos a mão do vizinho de poltrona que supunha seres uma mulher para dois.

.

¬¬¬ ¬¬¬¬¬ ¬¬¬ . . .

.

Nota: Esta foto de Arthur Fellig (clique para ampliá-la) é uma dentre várias incluídas na mais recente postagem do extraordinário blog de Jessica Tremp, aqui.


23 comentários:

Crônicas do Cotidiano disse...

Splish splash...
O beijo perfeito. Como no cinema.
Amores de hollywood.
Gostei do teu cantinho e já te sigo!
bjkss

Celinha H disse...

Filme perfeito para um beijo perfeito, Tuca. Adoro, já vi mais de dez vezes. Mas é para poucos saber que o título do filme quando foi lançado no Brasil era "Uma mulher para dois".

Antonio Alves disse...

Que foto incrível! Parece até produzida. Pode ser?

kakia_p disse...

Για να νιώσεις το πάθος του Τέλειου Φιλιού πρέπει να κρύβεις ίχνη Έρωτα εν ενεργεία μέσα σου...

να κοχλάζει το αίμα σου..

να αναβλύζει λάβα η φαντασία σου

και το βλέμμα σου να αχνίζει μπροστά στο στιγμιότυπο!....


Φιλια... καληνύχτας!....

Pedra do Sertão disse...

A foto lembra outra coisa também: as músicas que invadiram as rádios! abraço

Aline Chaves disse...

Já não se beija dentro do cinema como antigamente...

Mendonça disse...

Programão nos meus tempos de adolescência. No interior de São Paulo, as moças usavam algodão dentro do sutiã para realçar os seios. Quando as sessões de cinema nos fins de semana terminavam, o chão do cinema parecia nevado...

Márcia Luz disse...

Na cidade em que moro não há mais cinema. Tão triste esse vazio!
Um grande abraço!

Juan Moravagine Carneiro disse...

Gostei muito do seu espaço...retornarei com frequência

agradecido pela visita ao Rembrandt

ABRAÇO

☆Lau☆ disse...

uno de mis propositos de el año que viene: Aprender portugues para poder leerte sin traducirlo en google... -.-

E.Rakowski disse...

Olá...
Nesta época existia
o romantismo, e onde um beijo era
mais que um beijo.




.Um abraço.

Álvaro disse...

What a wonderful shot!
Congratulations for your blog.
Greetings from Spain.

São disse...

Para mim, essa foto foi propositada...não foi, não? rrss

Bom fim de semana.

pili.gauchita disse...

fotos muito boas de Peças íntimas, tem um bom fim de semana
e obrigado pela sua visita
besotes
pilar

Michiamomari, e disse...

oi.. vejo que vc si ligou com meu blog... por favor me diga..: de verdade està enteressada com ele? vc sabe entender italiano?
obrigada!
Beijão
Mari

Rosário Pinto disse...

Olá amigo,
Parabéns pelo blog, de variadas temáticas e obrigada pela visita e postagem no Cordel de Saia, mantenha contato, vamos continuar a trocar poesias e informações.
Abraços,
Rosário Pinto

Lola disse...

Ameiii seu blog e já estou te seguindo!Parabéns e um beijo ;*

Belen Art disse...

que hermosa foto. Muy hermosa. Por cierto me gusta que este blog es muy diverso. Sin duda hare mas visitas a este lugar. Saludos

Tuca Zamagna disse...

Valeu, Crônicas... Ou melhor, Cotidiano, se você não se importar. É que tratar um homem no feminino plural é meio estranho.

Tem razão, Celinha. Mas, cá entre nós que sabemos, ô título mais idiota que arranjaram para o filme aqui no Brasil!

Estou certo que não, Antonio. Fellig era um fotógrafo do cotidiano, dos flagrantes fortuitos. Não iria se prestar a registrar cenas montadas.

Meu tradutor travou, Kákia.
Mas... Φιλια... καληνύχτας!... pra você também!

Faz sentido, Pedra. Mas a invasão das rádios pelo merdo-pop nacional e estrangeiro é anterior à foto - que deve ser, no máximo, do inicio dos anos 60.

Certíssimo, Aline. Nos cinemas de hoje, em sua maioria enfurnados em shoppings, só se beija com a boca entupida de pipoca murcha.

Tuca Zamagna disse...

Na minha cidade, em Minas, também nevava nos cinema, Mendonça. Hoje, com mudanças climáticas, nem cinema tem...

Fica triste não, Marcia. Te enviarei amanhã mesmo um cineminha via sedex.

Obrigado, Juan. Volte mesmo.

Tenho mais sorte, Lau. Embora não saiba falar nem escrever em espanhol, consigo ler quase tudo sem precisar do tradutor.

Com ou sem romantismo, Rakowiski, um bom beijo sempre será mais que um beijo.

Gracias, Álvaro.

Como eu disse ao Antonio Alves, São, acredito que não. Bom fim de semna pra você também.

Claro que estou interessado no seu blog, Mari. E já deixei lá um comentário (em italiano meio manco) expondo minhas boas intenções. Bacião!

Tuca Zamagna disse...

Perdão, Pilar, por passar reto pelo seu comentário. Gracias y besotes!

Vamos, sim, Rosário.

Então somos um caso de amor à primeira vista, Lola. Beijo

Venha mesmo, Belen Art. Seu blog é também é muito diversificada. Gostei muito da sua humildade na declaração de amor a Picasso. Saludos

Márcia Luz disse...

Gostei de ver como é atencioso. Sempre um retorno aos comentários recebidos. Não conseguirei ser tão organizada, mas tentarei "copiar" esse comportamento.

Tuca Zamagna disse...

Nem sempre sou atencioso, Marcia. Às vezes deixo furos homéricos com as pessoas. Quanto a organização, pode ter certeza que você tem mais que eu até dormindo!