sábado, 10 de julho de 2010

El loco y el psicópata

.




.. .

. .. . . . . x

. . .





.

Cada um veste a camisa alvinegra que merece.!

.

. . . . . . . . . .O carismático Sebastián “El Loco” Abreu, ao lado de seus companheiros da Seleção do Uruguai, mostrou na África do Sul o que é o verdadeiro futebol sul-americano. O 4º lugar conquistado --- . com técnica e muita garra --- . vale como título de campeão para essa seleção que nas eliminatórias sul-americanas ficara apenas na 5ª colocação.

. . . . . . . . . .Parabéns, Loco! Parabéns, Uruguai!

. . . . . . . . . .Para comemorar a conquista, exibo o vídeo do gol de pênalti marcado por Abreu que garantiu ao Botafogo o título de Campeão Carioca deste ano. Foi feito com a mesma frieza e categoria que ele mostrou no gol que deu ao Uruguai a classificação para as semifinais, no jogo contra Gana.

. . . . . . . . . .A essa altura, esse gol tem um sabor ainda mais especial, porque El Loco o fez contra o goleiro Bruno, o psicopata que mandou trucidar a mãe de seu próprio filho. Veja abaixo a humilhação do facínora --- . e a glória do herói!



20 comentários:

Tatiana disse...

Dessas e outras q concluo q futebol é coisa pra humano mesmo.

Marcel Zaner disse...

Muito criativo o post, Tuca.
Eu também me empolguei com o Uruguai na Copa, e torci muito para que eles conquistassem pelo menos o 3o lugar. E Abreu é realmente uma figuraça.
Só um senão: será que não estamos todos pré-julgando e crucificando o goleiro, influenciados pela imprensa que vem tratando o caso com sensacionalismo e parcialidade? Sei lá, mas não gosto de chutar cachorro morto.

Tita Nasc disse...

Adorei esse lance das camisas alvinegras kkkkk
Fooogo!!!

Brilho da Lua disse...

El loco....
bj

Americo Gentil disse...

Não sou Botafogo e muito menos Flamengo, mas a comparação entre Abreu e Bruno tem tudo a ver. De um lado, um ídolo legítimo, um gentleman, um homem simples e de caráter. Do outro, um ídolo de barro... de lama!... um ser humano (?) lastimável.

Vera Andrade disse...

Foi incrível o desempenho do Uruguai na Copa. Me emocionei com a classificação deles contra Gana, e vibrei com a linda cobrança de pênalti pelo Loco Abreu, como se fosse um gol do Brasil. Foi esse tipo de atitude criativa, atrevida, que faltou aos jogadores brasileiros.

Já desse outro indivíduo aí... não vou nem falar. Me deprime saber que existem homens assim tão cruéis e covardes.

Crônicas do Cotidiano disse...

O louco e o insano... É por isso que sempre questiono os padrões de normalidade!
Abraço

Lola disse...

Oiii!!Vi o comentário fofo que você deixou no meu blog, super obrigada pela visita, isso é muito importante pra mim que to começando com isso!!Espero que suas parceiras gostem tabém, já que elas gostam dessas coisas de maquiagem e cosméticos...
Obrigada mais uma vez e sucesso!!
beijinhos;*

Tuca Zamagna disse...

Tudo na vida é para humanos, Tatiana. Inclusive a bestialidade que, infelizmente, grassa em todos os segmentos e setores da sociedade.

Você tem certa razão, Marcel. Mas muita gente ainda acredita que o cara é apenas uma vítima da sociedade. Ora, todos nós somos vítimas da sociedade, mas isso não nos dá o direito de transformar ninguém em ração de cachorro... vivo!

Foooogo, Tita!

Sim, el loco, Brilho da Lua... Bj

Isso aí, Americo.

BLOGGING TIPS disse...

nice post..

hi, i'm from indonesia.visit me back and let's exchange the link :)

don't forget do follow back

Patife disse...

É isso aí. Patife é para botar na cadeia. Excepto eu. ;)

Ricardo Novais disse...

Olá!

Primeiramente gostaria de cumprimentar o editor do blogue pela qualidade dos textos, achei-os incríveis!

Sobre esta crônica faço minhas as palavras do leitor Marcel Zaner, ele disse tudo em seu comentário.

Reitero minha admiração pela escrita daqui. Serei leitor incondicional deste espaço.

Um abraço,

@RicardoANovais

Paulinho Saturnino Figueiredo disse...

Esse bloqueio veio a confirmar o que minha intuição cantava. O Blatter, da FIFA, foi visto em Esmeraldas numa noite de pré-Copa. E me contaram que ele andava, em companhia do Bruno, à caça de um belo picadinho, ou de um molho-pardo com Macarrão. Deixo a ele o benefício da dúvida.

Tuca Zamagna disse...

Eu só cubro o Brasil, Blogging Tips. Indonésia, Sri Lanka, Quirguistão, Barra da Tijuca... é tudo com os demais membros aqui do blog.

É isso aí, Patife. Lembranças profundas a todas as funecas patrícias!

Será que você terá tempo pra vir aqui, Ricardo? Eu já não tenho, de tanto que ando escrevendo no seu blog...

Você sempre foi justo, Paulinho. E estou certo de que jamais arreganhará!...
Esmeraldas é a terra do Nani. Até hoje ele não postou sequer um mísero cartum sobre o caso Bruno. Estranho, né? Será que ele tá envolvido com a quadrilha?

Ticão disse...

eu naum aguento + vê a cara desse sujeito...
menos ainda a do bruno! hehehe
mengoooo!!!

Ricardo Novais disse...

Boa noite, Tuca.

Rapaz, você tinha razão; o Paulo Emílio é fantástico. Os textos dele contem ironia fina mesclada com uma poesia crítica, reflexiva, tocante - é sensacional! Pena que ele tenha morrido cedo... Valeu pelo toque, caro Tuca. Ah, eu achei um monte de histórias sobre ele no blog do Moa, olha o link aí se você quiser dar uma olhada depois: http://youpode.com.br/blog/blogdomoa/tag/paulo-emilio/

Eu assisti no youtube Linha de Passe, eu gostei muito. Encontrei também a versão de Cobra Criada interpretada por Elis Regina no Montreaux Jazz Festival, em 1979; olha o link aí: http://www.youtube.com/watch?v=eEQMnuTzaD4&feature=related
O Paulo Emílio deve ter escrito esta música e percebido na hora a criação artística sublime que ele fez, genial; aí, talvez, foi só pedir ao João Bosco colocar a melodia, que ficou magnífica também; e a Elis interpretando a música é um show à parte.

Valeu, muito obrigado por me apresentar a um grande escritor tão bom e que, confesso, não conhecia. Ou seja, além de maravilhar-me com teus textos aqui, ainda posso explorar-lhe a cultura, grande Tuca; hehehe.

Ah; torço para que Santos e também o Botafogo se recuperem dos maus resultados deste meio de semana já na próxima rodada; assim espero!

Um abraço, meu caro amigo.

Ricardo.

Paulinho Saturnino Figueiredo disse...

Uma caroninha no comentário do Ricardo (acima) me levou ao Blog do Moa, que me levou a uma saudade danada da Tijuca boêmia que o Tutuca aplicava na veia desse mineirim filador de casa, comida e afeto. Apesar de eventual, essa paisagem e essa gente fina se tornariam moldura de minh'alma.

Ricardo Novais disse...

Peço que você escreva estas histórias com tuas versões, caro Tuca; declaro desde logo, e ansiosamente, que serei leitor destes escritos.

Sabe uma coisa engraçada, talvez eu seja um dos únicos paulistas, deste tempo hodierno, que quando vai ao Rio prefira a zona norte, central histórica (das bibliotecas, casa de leitura portuguesa e belas artes), também a velha malandragem da zona portuária (gostava da Gamboa e Saúde que não são mais as mesmas) e a os circuitos boêmios antigos, sem os 'modismos' de hoje,... enfim, quero dizer que prefiro uma parte da cidade que meus conterrâneos não apreciam, ao menos a parte que tenho contato; estes querem logo as praias, a zona sul, shopping à Barra etc. Eu, não. Gosto de pensar que o Rio é aquela cidade efervescente às margens da Guanabara onde onde os escritores, poetas e jogadores de futebol se encontravam olhando o mar e dando às costas à terra - mesmo que tal turma jamais tenham se encontrado. Idealizo, por exemplo, um encontro entre o velho Machado, o Vinicius e Heleno de Freitas, sem dar palavra; eles ali, um sentado observando, o outro tomando uma dose de uísque e o outro alucinado por alguma mulata... Pois é...

Um abraço, Tuca.

Ricardo Novais disse...

Tuca,

Te razão outra vez, o blog do Paulinho é muito bom; ele escreve de maneira extraordinariamente tocante.

Estou gostando de tuas indicações, rapaz. Que engraçado isto, tanta coisa eu não conhecia e vou conhecendo, graças a este mundo virtual. Fico aqui imaginando quantos autores brilhantes não existem e existiram neste país e nem chegaram a ser lidos alguma página; não porque o brasileiro não gosta de ler, como diz certa lenda, mas porque não lhes foi apresentado tais escritos.

Abração.

Tuca Zamagna disse...

Desculpe, mas não entendi o palavrão no final, Titicão.

Bem, Ricardo,já respondi esses seus comentários sobre o Paulo Emílio lá no seu blog, né? Quanto ao Santos e ao Botafogo... PARE DE TORCER IMEDIATAMENTE POR ELES, SEU PÉ-FRIO!!!

Caraca, Paulim, eu não sabia que a Tijuca tinha lhe lambuzado tanto!