domingo, 10 de novembro de 2013

Pin-up com soneto

.         


.         .    ,     , Soneto indignado

.         .    .         .   ,Para Suzaney Guimarãpburn e seu pai

.         .    ,     , Por que partem os pais, me diga, pai?
.         .    ,     , Dez anos, e ainda espero a sua resposta.
.         .    ,     , Partir não era um direito seu, uai!...
.         .    ,     , Não é coisa de quem da gente gosta.

 .         .    ,     , (Sua partida, no Dia desta República –
.         .    ,     , Que marcha... tropeçando no cadarço! –,  
.         .    ,     , Pelo menos foi uma escolha bem lúcida,
.         .    ,     , Para quem nasceu num 31 de março.)
  
.         .    ,     , O que é, quando já não é, o pai da gente?
.         .    ,     , Eu que não creio em céu (nem em inferno)
.         .    ,     , Não tenho onde buscá-lo, pai ausente.

.         .    ,     , Só o que me consola é saber, sentir que
. .         .    ,    ,Perda é passado, e o convivido... eterno:
. .         .    ,   , Você aqui está quanto mais não está aqui.

.
                                                                      Imagens fontes


 .

30 comentários:

Primeira Pessoa disse...

Tuca,
Normalmente rio, quando venho aqui.
Desta vez me emociono, muito.
São 5:58 da manhã neste quarto de hotel e a voz do pai de suzana faz dueto com as águas que se descencilham das pedras das catarataa de nuagara.
Bravo!

marlene edir severino disse...

Tuca, querido

Teu poema fala de delicado tema com fluidez
leveza - um carinho

Esbanja dignidade
emociona

Lindíssimo!
Beijão

Primeira Pessoa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulinho Saturnino Figueiredo disse...

Menino, para com isso. Você esfarela a moça, esfarela a gente. Também gostei muito, você bem sabe, do Leonídio, e beberei uma hoje em sua reverência, porque de uma boa pinga não tem memória que escape. E seu texto excitou tanto o grande homem do norte, que o deixou vendo cataratas nuas, talvez pelas cataratas que lhes estão próprias. Suzana soou talvez a pin-up mais encaixada. Todo o consolo a ela.

gagau disse...

Tuca,me emocionei pois lembrei do meu papai,texto lindo, maravilha,abraços!

gagau

Dario B. disse...

Taí uma coisa que nunca saberemos a resposta, Tuca, mas vc tem razão. Quem gosta da gente não devia partir nunca. Abração pra ti e toda a força do mundo pra Suzana.

Sylvio de Alencar. disse...

Uma delicadeza evidente, se percebe o sentimento de carinho por você, pela Suzana, e pela gente (por isso você tão querido por todos, eu sei).
As duas têm o mesmo formato da boca de outra, incrível a parecença!
Valeu!

Tita Nascimento disse...

você crava uma lança no peito da gente Tuca... mas com a anestesia desse seu humor sempre presente. Bjs

Tania regina Contreiras disse...


Lembranças emocionantes de nossos idos pais...:-(

beijos, Tuquinha!

Suzana Guimarães disse...


Tuca,

Ao abrir o FB, a primeira coisa que vi foi essa linda montagem, quanta delicadeza! Eu me vi. Não vi uma montagem e nem a atriz famosa. Quanto ao poema, me perdi e me encontrei nele, principalmente na última frase, que, em mim, chegou com muito mais palavras que as que você escreveu.

Eu tenho uma senha que tem o nome do meu pai no meio dela. Meu filho, outro dia, me viu digitando-a e disse: "você precisa parar com isso, senão você não irá parar de lembrar e sofrer." Respondi: "Terei sempre que lidar com isso, pois eu sempre me lembrarei dele, totalmente impossível esquecê-lo."

Obrigada pela delicadeza e atenção, beijos,

Suzana Guimarães

Bell R disse...

Homenagem linda,você é mais que carinho com todos! Estendido aos que partiram. Lembranças do velho ,sem despedida e também sem permiçao. Com seu humor a saudade ficou linda!
beij

Pólen Radioativo disse...

Sabe, Tuca... um dos ditados mais certos que existe é: "Só quem sabe de sua dor é o doente". Isso vale para todos os sentimentos. Mas existem aquelas pessoas com uma sensibilidade tão apurada, com um bem querer tão atento com o outro, que consegue honestamente compartilhar de saudades, tristezas e alegrias também. Tu és uma pessoa delicada e sensível. Os versos são emocionantes. Lindos. Um beijo!

Unknown disse...

Se eu fosse a Suzana, sei não, morreria de emoção.

Adrianna Coelho disse...

Lindo, lindo e emocionante!
Tanto que nem tenho palavras,
que não sejam úmidas ou embargadas...

Dani Cristina disse...

Muito legal! :)
Adorei passar por aqui.
Beijos!

Wilden Barreiro disse...

pai não é coisa que se perca.
ainda bem que, sabendo guardá-lo, de fato não o perdemos nunca!

Suzana, assim de Audrey, está suntuosa como sempre.

beijos pra ela.

abraço

Marcantonio disse...

Rapaz, sem palavras apropriadas. Realmente, eu me emocionei com esse soneto.

Grande abraço!

Ghost e Bindi disse...

Uma inspiração pura e linda, ainda bem que vc a transformou em poesia, como um dia de sol na primavera.

Ghost e Bindi

nelma ladeira disse...

Lindo porem triste!
Eu é uma forma de desabafo!
Adorei,bom dia.

Flavia Eriel disse...

very nice!!!!!!!:)
stunning post! i really love it!!!!
FOLLOW ME ON FACEBOOK
CHIC STREET CHOC
Scegli una emoticon

Blog do kit walker disse...

Grato pela visita.
Cordial abraço.

Blog do kit walker disse...

Grato pela visita.
Cordial abraço.

Laura Santos disse...

Excelente poema!
xx

Giga disse...

Niestety tak bywa :(. Pozdrawiam.
Infelizmente, isso é. Seu.

M D Roque disse...

Bonito!

Vou ser visita assídua !

http://acontarvindodoceu.blogspot.pt/

MA FERREIRA disse...

Voce escreveu bonito sobre a dor que é a saudade de um pai que ja se foi!
Me emocionei...

AUDENI OU Dona Mocinha disse...

Oi Anga, vim agradecer, bem atrasado reconheço, sua visita a DONA MOCINHA DO BRASIL, muito obrigada e fica o convite que volte muitas vezes.


Um ótimo domingo e semana p/ vcs.


Audeni

Poseidón disse...

Olá Angela,

É bom passar por sua casa e ler o seu post maravilhoso e interessante.

T e convido a ler e comentar no meu post de hoje, eu postei falando de matemática, o amor, a vida e os amigos com uma bela música.
Feliz domingo.

Um abraço e beijo, besos, bisous

d:D´ disse...

Pois a min a rapaza da foto góstame moito máis ca Audrey Hepburn. A encontro moitismo máis atractiva que aquela actriz...
Non sei...ten unha beleza fermosisma, e un sorriso moito máis limpo.
Parezme marabilosa; será que o merece
Felixaninovo :)´

Americo Gentil disse...

Uma Audrey mais tropical, muito mais sensual. E que soneto, Tuca! Pensa que a gente tem coração de aço?

Abração