sábado, 15 de maio de 2010

Um conto de réis enquanto os 14 não vêm

.
.


.Aritmética existencial

Somava fracassos, diminuía-se perante todos, multiplicava dívidas. Dividiu-se, enfim: metade mandou tudo à merda, metade foi com tudo a ela.

.

3 comentários:

Anerico Gentil disse...

Ótimo o aperitivo,Tuca, ainda nais com a bela ilustração do Helio Jesuíno.

Caipirinha da Silva disse...

a-d-o-r-e-i

tô seguindo heim!!!!

Teophanio Lambroso disse...

Também gosto muito deste trabalho do Hélio, Anerico. Não foi feito para ilustrar o continho do Tuca, já estava há tempos no blog dele (veja o link no "Xeretando"), fomos lá e surrupiamos.

Salve, grande Caipirinha! Adorei também a dosezinha que tomei de uma talagada só lá no seu "Mulheres que bebem". Voltarei sempre, mas só para porres homéricos!